Fontes

[RP INDIVIDUAL] The Freak Selection

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP INDIVIDUAL] The Freak Selection

Mensagem por Aiden Veal Gough em Seg Abr 18, 2016 3:57 am

RP INDIVIDUAL

THE FREAK SELECTION

Aiden esperava para receber o pendrive do dia, mas a visita de Crowley à sua sala trouxe uma novidade.

Por fim havia chegado sua hora de conhecer mais profundamente os segredos da Nona Nuvem e do projeto 'Tratamento de Sais'. Veal Gough recebera a permissão para encontrar uma salina, para se infiltrar na área 75, além de conhecer todos os líderes da organização. E ainda havia chegado uma oportunidade com a chance de mudar completamente sua posição dentro daquela sociedade.

- Participantes: Aiden, líderes da Nona Nuvem (NPCs) e Mitchell (NPC).
- Data: 03/12/2015
- Horário: À partir das 11:59
- Local: Columbia University Psychiatry
avatar
Zodíaco
Localização :
Nova York

Mensagens :
107

Dólares :
3460

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP INDIVIDUAL] The Freak Selection

Mensagem por Aiden Veal Gough em Seg Abr 18, 2016 4:06 am




welcome to the freakshow.
This is where the freaks go, This is the place that they can never take away.

Era mais um de meus dias na Columbia.  O início da tarde chegara, meu expediente começara e eu esperava pela chegada do pendrive com as informações de 'Sais'. Era sempre Crowley quem o trazia. Por isso, com minha mesa e todo meu espaço devidamente organizados, esperei pelo velho.

Olhei para o relógio, ele marcava 11:59. Enquanto esperava aquele ultimo minuto chegar, lia alguns relatórios sobre a chegada de pacientes interessantes. No virar das horas eu ouvi as batidas rápidas e pesadas. Sabia de quem se tratava.

- Entre. - dei minha permissão. Um homem de idade avançada apareceu. Sua aparência era cansada, dominada pelas rugas e abatimento, mas seus olhos profundamente negros ainda conseguiam passar uma imponência desconcertante e respeitosa. Ele entrou e fechou a porta. Olhava para as mãos do velho e nada encontrava, entendi que algo novo aconteceria. O senhor de olhos negros me encarou sem se aproximar. Depois disse com sua voz rouca:

- Uma 'salina classe C' acabou de sair do processo. Precisamos de um jovem recruta para acompanhar sua evolução.

Então era isso, após tanto tempo eu finalmente conseguia a chance de avançar mais um degrau. Isso porque observar um novo salina era uma tarefa dada àqueles que se destacavam. Eu havia conseguido, tinha minha chance de progredir. E a importância daquela tarefa ficou bem clara.

- É uma oportunidade quase única, garoto. Esteja ciente disso. Se falhar, terá que esperar muito tempo e ter muita sorte para voltar a experimentar algo semelhante. - a seriedade e cobrança naquelas palavras era marcante. Estava claro que eu não poderia decepcionar.

- Sim, senhor Crowley, compreendi o recado. - acenei com a cabeça e o encarei com confiança, sem expressar mais nada que isso. O velho Jonathan me olhava com a firmeza de um pai que esperava o melhor de seu filho quando ele estava prestes a passar por algo que seria capaz de mudar toda sua vida. Meu mentor já estava muito doente, era perceptível, mas ele ainda permanecia de pé, esperando seu fim com coragem, esforçando-se para extrair o melhor de mim e para mim.

Crowley ajeitou seu jaleco branco, e finalizou:

- Esteja na área 75 dentro de 15 minutos. Não se atrase. - mal disse e partiu. Não houve mais palavras ou despedidas, ele era assim. Apenas pude reagir ao aviso quando Jonathan deixou a sala. Diante dele era regra que eu permanecesse praticamente inexpressivo, assim treinava meu controle e poderia dissimular qualquer emoção com mais facilidade. Mas quando ele saiu eu finalmente esbocei o sorriso largo que contive desde o início de sua revelação.

Eu mal podia conter minha empolgação, a ansiedade era imensa e me fez praticamente saltar da cadeira onde sentava. Vesti meu jaleco, ajeitei minha credencial de estagiário e sai trancando a sala. Segui com passos acelerados rumo ao elevador privativo, aquele que poucos tinham permissão para acesso. Digitei alguns códigos de segurança e em menos de trinta segundos já estava na área subterrânea e secreta da faculdade. Senti uma gotícula gelada de suor cair pelo canto esquerdo de minha testa, eu nunca tinha passado além daquelas portas. Em uma única vez que visitei o subsolo, Crowley me acompanhou para que eu aprendesse os códigos, agora eu tinha permissão para finalmente cruzar aquela fronteira .

Com as portas do elevador abertas, pude vislumbrar a área mais secreta que eu já tivera acesso. Eu sabia que era um local super protegido e vigiado, com sensores que detectavam até os mais hábeis dos espiões. Crowley era paranóico por segurança e montaria um esquema de proteção até mesmo para ir ao banheiro caso achasse necessário. Ele quem havia cuidado do sistema de segurança daquele local.


O espaço inicial da Área 75 era enorme, com paredes de um branco que podia cegar os olhos mais sensíveis. Parecia formar um 'T' perfeito, tendo dois corredores que pareciam infinitos. A segurança era reforçada com homens enormes e vestidos de preto. Eles pareciam robôs, com posturas rígidas e sem expressões. Questionei-me se eram humanos, mutantes ou apenas cobaias. Mas descobrir não me adiantaria de nada. O que me adiantaria era saber aonde me levariam aqueles corredores. Aquele que estava à minha frente começava a mostrar algumas portas a uns trinta metros de distância e o que corria ao meus lados só mostrava uma imensidão negra muitos metros à frente. Era misterioso. E eu senti que ali ocorriam experiências realmente pavorosas. O 'Tratamento de Sais' não era o único projeto mantido naquela área, haviam muitas outras experiências e eu estava certo que permanecer alheio a elas seria o mais seguro para mim.

Não havia nenhum tipo de recepção no lugar e assim que saí do elevador, permaneci parado a poucos metros de distância dele. Esperei com a ansiedade me corroendo, mas me mantive firme. Cerca de poucos minutos depois ouvi passos pesados e à minha frente surgiu um grupo de quatro pessoas. Eram os líderes principais do projeto, Crowley estava entre eles.

Não demorou muito para que estivessem próximo de mim. O trio desconhecido me analisou dos pés à cabeça e cochichou algo entre si. Meu mentor apenas me encarava, o que me fez ajeitar a postura, estufar o peito e erguer ainda mais a cabeça. Só faltou que eu batesse continência. Ouvi o elevador se abrir mais uma vez. O ar gelado rebateu contra minhas costas e segundos depois um jovem loiro colocou-se ao meu lado, passando a receber o mesmo tratamento dos líderes, o que aliviou a atenção que antes era focada apenas em mim.

Aquele loiro sardento era Mitchell alguma coisa, um esquisito que também era um prodígio destacável daquela instituição. Não foi difícil suspeitar que não seríamos parceiros na tal tarefa, ele deveria ser meu concorrente.  Evitei subjulgá-lo, afinal, ele estava ali ao meu lado, reconhecia os segredos de Columbia, ele não era um tolo qualquer. Se fosse para competir, seria bom que todos dessem seu melhor. Eu não poderia decepcionar.

Um dos líderes, um velho apenas poucos anos mais jovem que Crowley, olhou o relógio, deixando escapar um sorriso que me pareceu lunático. Ele era outra figura estranha no local. Tinha cabelos brancos e lambidos, rugas e olheiras acentuadas, além de generosas bolsas por debaixo dos olhos e o biotipo magrelo. Mas o cara, apesar de estranho, era imponente, talvez pelo seu olhar penetrante. De todos ali ele era o que mais me incomodava com seu olhar insistente. A todo momento estava claro que não toleraria erros, que era bom não decepcioná-lo ou irritá-lo.

- Bom ver que se interessaram. - ele começou. O elogio parecia mais uma ironia, principalmente por ele escancarar ainda mais seus dentes amarelados.

- Espero que ambos se conheçam, pois não haverá nenhum tipo de apresentação formal. E indo direto ao ponto, pois sei que não querem perder tempo, vou dizer o que realmente os trouxe aqui. Aiden e Mitchell, vocês foram escolhidos como observadores. - o sarcasmo do desconhecido era substituído por uma seriedade que em certo momento passou a incomodar, principalmente quando ele disse:

- Ambos analisarão separadamente e durante uma semana a evolução ou degeneração de uma salina classe C. Ela está a caminho. Durante esse período deverão acompanhá-la e escrever relatórios diários. Com o fim da primeira semana será escolhido aquele mais apto a prosseguir na tarefa. E isso significa a conquista de muito conhecimento. Por agora não permito que perguntem nada, o processo já começou e estamos observando ambos para a seleção. Apenas me sigam. - ele arrematou, virando-se em seguida, sendo acompanhado pelos outros líderes e depois por nós.

O caminho para onde éramos levados foi marcado por um profundo e fúnebre silêncio, além de uma rampa que nos levou ainda mais fundo. Eu observava o que tinha ao meu redor, mas não havia muito a ser observado. Onde estávamos era apenas branco, rampas, escadas e mistérios. Quando por fim entramos em uma sala, encontramos mais branco. Até mesmo uma cadeira no centro da sala que não deveria passar dos 3 metros quadrados tinha essa mesma cor. A nostalgia passou a se manifestar, mas felizmente não permitiram que ela se apoderasse de mim.

- Não irá demorar muito, estão escovando os cabelos da salina para que ela fique apresentável após sua última sessão. - revelou a única mulher do grupo. Ela tinha que comentar sobre algo tão fútil...

Sem outra opção, esperei...

Spoiler:
Palavras: num contei.
avatar
Zodíaco
Localização :
Nova York

Mensagens :
107

Dólares :
3460

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP INDIVIDUAL] The Freak Selection

Mensagem por Feiticeira Escarlate em Dom Abr 24, 2016 5:37 pm

RP Finalizada e PF's entregues
avatar
Admin
Localização :
--

Mensagens :
190

Dólares :
3617

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP INDIVIDUAL] The Freak Selection

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum