Fontes

[RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Gustavo Katzmann em Ter Maio 31, 2016 1:57 pm



Sem título de propósito
⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿


Os sons do lado de fora estavam aumentando. Imediatamente me atentei a tudo e recoloquei o cinto, já ameaçava ir verificar o que estava acontecendo quando escutei os berros do outro.

- Acha mesmo que, se fosse alguma armadilha, eu alertaria vocês? Eu não trouxe ninguém e, mesmo se eu trouxesse, com certeza não estariam aqui para causar mal a vocês... - dou uma rosnada forte e já caminho na direção da escada, levando minha mão próxima a pistola.

- Shh... Calada, quer que entrem aqui? - sussurro, caminhando até o limite de escuridão da escada. Quando chego ali, os sons passam a ser mais claros.

- É esse carro aqui que vocês viram?

- Sim, era esse carro aqui, reverendo

As vozes indicavam a presença de pessoas ali. E uma delas parecia ser um religioso.

- Mas esses caras não desistem nunca? Meu Deus... - penso comigo, recuando um pouco.

- E quantos eram?

- Dois. Uma garota e um... Um... Sei lá o que era. E ainda apareceu outra pessoa que tinha ido buscar a garota e deixou o monstro pra trás.

- Fez bem em comunicar isso, irmão. Vamos vingar o que essas criaturas fizeram. Lembrem-se que Deus criou o ser humano para ser sua própria imagem, e que essas criaturas são enviadas pelo demônio para aterrorizar suas vidas. Comecem a procurar. Se virem alguém, não hesitem em atirar.

Escutando tudo, logo recuei mais, voltando para o local onde eles estavam.

- São os crentes extremistas... - sussurro, olhando para a frente - Estão com reforços, um deles identificou o carro. Vou precisar de ajuda, eles estão em um número muito maior. - tiro minha pistola do coldre e fico com ela em punhos - Preciso chamar a X-- - coloco a mão no local onde o comunicador deveria estar, mas não o encontro. Provavelmente deve ter caído no chão, enquanto eu perseguia o carro. Ironicamente meu comunicador que fica preso à orelha não estava comigo, hoje eu estava com um de bolso mesmo.

- Não acredito que perdi. Acho que estou sozinho nessa. - sussurro, não contando com qualquer ajuda deles. Provavelmente não iriam querer se arriscar, mas eu precisava tirá-los de lá.

OFF:
Informações:

Opa, bora pra ação :acept:

Mas eu quero dançar com você

✖✖
avatar
Localização :
Quem sabe...

Mensagens :
111

Dólares :
3014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Lana D'yer Elrien em Ter Maio 31, 2016 11:53 pm



— LANA D'YER : NYXER — RP FECHADA — A BELA E A FERA :: DESTINOS CRUZADOS

Now I'm a warrior, I got thicker skin. I'm a warrior, I'm stronger than I've ever been. And my armor is made of steel, you can't get in.


I'm a warrior!

Lex semicerrou seus olhos quando o tigre dirigiu-se a ele em um tom mais ríspido. A fera estava seguindo rumo à escadaria quando o empata respondeu de forma quase que imediata, sem se importar com o rosnar da fera:

- Só que você não avisou ninguém, bola de pelo, apenas perguntou se tinha mais alguém aqui.

- Hey... - sussurrei, chamando a atenção de meu mutante. Repousei o indicador contra meus lábios, pedia silêncio.

- Você sabe que nunca tivemos problemas como esse antes, nosso abrigo sempre foi seguro. Agora esse peludo aí chega e isso acontece... - Alexius mostrava o motivo para sua desconfiança e eu o compreendia. Ele dizia murmurando baixinho dessa vez, estava ao meu lado, também oculto pelas sombras. Nada respondi, ficamos a observar o felino subir sozinho aquelas escadas. De repente ele parou. Nesse momento olhei para todos os outros refugiados, eles estavam em trio e do outro lado, escondidos por detrás das paredes da escadaria. Mostravam grande ansiedade e certo receio, eu não suportava vê-los com medo.

- Se algo acontecer lá em cima, leve os outros para a rota emergencial. Fujam daqui. - ordenei em um tom ainda mais baixo, mas como Lex estava ao meu lado, pôde ouvir facilmente.

- E você? - ele perguntou.

- Irei permanecer aqui para atrasar o problema. - respondi. Olhava para o híbrido nos degraus mais acima, tentava imaginar o que ele via.

- Você só quer agir sozinha desde que encontrou com esse aí... - o empata acenou com a cabeça, apontando para o tigre. Virei para ele e com paciência expliquei:

- Só não quero que vocês se machuquem.

- Também não quero que você machuque. Podemos deixá-lo sozinho...- Alexius deu a ideia, realmente poderíamos fazer isso, mas não me pareceu o correto.

- Não sabemos o que temos lá encima. Se fui eu quem trouxe pra cá, eu que tenho que mandar embora.

- Mas e se foi ele? Você não deve se arriscar por ele. - enquanto Lex dizia essas palavras, percebi o desespero em seus olhos. Nós havíamos nos acostumado a sobreviver juntos, nunca nos separando, éramos o apoio um do outro e na nossa relação ninguém era deixado para trás. Mas já não éramos só ele e eu.

- Não me arrisco por ele, mas sim por você e por eles. - olhei novamente para nossos amigos.

Grimm suspirou, nesse momento o felino reapareceu, nos deixando a par da situação. Ele pediu por ajuda e o que revelou foi preocupante, além de perigoso, pois sacara sua arma.

- Quantos são? E quais suas condições? Estão armados? - Alexius ousou perguntar e naquele momento eu já sabia que ele não sairia dali, devia ter percebido o estado aflito do felino. Abaixei minha cabeça para o lado, precisava refletir um pouco. Todos fariam o que Lex faria e se permanecesse, eles permaneceriam. Soltei um bufar ruidoso e perguntei com certa raiva:

- Foi ótimo deixá-los fugir, não é, Tigre?
[/color]





[color=#8B7B8B]
◉ informações


Ações:

~
~
~

FICHA X:

Defeitos:


▎Fanatismo (1 ponto): Toda a admiração e dependência de Lana por Érebus beira ao fanatismo. Apesar de muitas vezes o homem mostrar uma personalidade duvidosa e cruel, ela tem plena convicção de que ele sempre a amará e protegerá.
▎Juventude (1 ponto): Sua pouca idade muitas vezes a impede de entrar em certos lugares e fazer certas coisas...
▎Magnetismo Sobrenatural (1 ponto): Toda a bagagem trazida pela viagem da encarnação anterior de Lana lhe rendeu a abertura de poder se comunicar com os mais diversos mundos e criaturas. As criaturas das sombras a perseguem pelo seu dom e quando os deuses primordiais decidirem se manifestar tudo se tornará ainda mais complicado. Será cobrada a herança dada pelos primordiais maiores, justamente Érebo, Nyx, Caos e Calígena. Lana ainda passará a ser ‘possuída’ pela força de Annya, sua antiga encarnação.
▎Temeridade (1 ponto):  Quando trata-se de proteger aqueles a quem ama (Lex e Érebus) Lana não se importa se colocará sua integridade física (ou até mesmo vida) em risco ou não. Outro ponto que pode fazer com que ela ignore o perigo é sua intolerância à covardia.
▎Intolerância (1 ponto): Lana não tolera qualquer tipo de covardia. Apesar de muitas vezes estar pouco se importando com o que acontece com os desconhecidos ao seu redor, presenciar alguma cena que ela considere covarde a tira do sério. O motivo é bem simples, quando era criança por muitas vezes ela foi agredida e humilhada por seus pais adotivos, sempre os tachando como covardes – ideia que foi fortificada por Érebus.

Atributos:

03 Potencia
02 Reflexo
04 Intelecto
04 Raciocino

▎PV'S: 107

Perícias:

▎Ocultismo
▎Bastão

Poderes:


Nome: [A] Liberdade às Sombras
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Testes: +12 para golpes com apenas dano
Teste: -8, para bloqueio de ações, deve alcançar a potência da vitima.
Teste: + 16 para as criaturas continuarem causando danos nos turnos seguintes.
Dano: 3d10 +16 (Apenas para o ataque inicial)
Efeito mental: bloqueio de ações físicas e mentais.
Dano Contínuo: 12 para aquele que continuar sendo atacado pelas feras.
Ações: 3
Duração: 2 turnos
Recarga: 1 vez a cada 4 turnos.
Descrição: Com sua capacidade de dominar as sombras, a personagem está apta a imobilizar o alvo usando a própria sombra dele. Assim, com o portal das sombras abertos, as criaturas mais cruéis têm a liberdade de se manifestarem, atormentando o alvo de diversas formas, fazendo com que perca todo seu tempo focando no tal ataque que ainda tortura com ferimentos cortantes por todo o corpo enquanto ocorre. Após o ápice inicial os danos continuam, mas sem tanta força, durando até as forças se dispersarem.

Nome: [A] Guardiões em Revoada
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Teste: +1, para defesa
Teste: -4 para ataque
Defesa: 1d10 + 1
Dano: 1d10 + 0
Ações: 1
Alvos: 1 + 1 por potência
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Tornando-se agora apta a moldar e estender sua própria força sombria e as sombras que encontra ao seu redor, Lana consegue criar criaturas únicas e aladas. Não são muito cruéis ou poderosas, porém, demonstram um mínimo de inteligência por se tratar da própria extensão sombria e mente da personagem. Em batalha essa extensão sombria protege a garota ou qualquer um que ela deseje, e ataca aqueles que ela (Lana) define como alvo em potencial. As criações são aladas e feitas de pura energia sombria, porém, tão sólidas quanto qualquer um. A quantidade da força liberada é mediana, e Lana consegue organizar o ataque e defesa de maneira ordenada. Um grupo parte para o ataque em vôos rasantes enquanto outro se foca em manter manobras defensivas capazes de protegê-la ou a um alvo/aliado específico. Sendo assim, pode ser usada tanto para proteger a garota quanto a outro personagem.

Nome: [A] Manto Obscuro
Natureza: Raciocínio [T]
Grupo: Magia Primordial/Domínio sobre sombras e escuridão
Teste: -2, precisa alcançar o próprio intelecto.
Bônus Passivo: -3 para que a acertem.
Teste: -6 para redução de danos, precisa alcançar o Intelecto da Vitima.
Bônus Passivo: -3 nos danos que a afetarem.
Duração: 2 turnos.
Recarga: Uma vez a cada quatro turnos.
Descrição: Graças à sua Camuflagem Primordial, Lana pode passar despercebida em ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Contudo, nem sempre ela é capaz de manter-se indetectável. Por isso, quando necessário, ela poderá contar com um tipo de proteção que modifica  sua estrutura física, confundindo a visão de todos, pois faz com que se molde ainda mais ao ambiente, tornando-se uma parte obscura dele. Nesse seu estado o máximo que qualquer um poderá ver será um vulto escuro, por isso será difícil de ser focado e ocasionalmente acertado. Com isso ela atinge também uma intangibilidade parcial, o que reduz os danos recebidos. Apesar de sua camuflagem se manifestar passivamente em certos locais e ocasiões, tal manto pode ser ativado em qualquer situação.

Nome: [P] Comunicação Sombria
Grupo: Domínio sobre a Escuridão/Sombras
Efeito: Uma vez por Missão ou RP, o narrador pode dar UMA informação importante sobre a Missão ou alvo, se for sobre um alvo precisa ter intelecto Igual ou inferior.
Descrição: Lana consegue se comunicar com criaturas das sombras, sendo estas em sua maioria não muito poderosas, raramente há manifestações de demônios ou sábios e magos antigos. O controle dela sobre estes seres é mínimo e a menina não possui muita concentração e nem paciência, assim como também não consegue dar ordens e nem sentir a intenção das entidades.

Nome: [P] Mestre das Sombras
Grupo: Domínio sobre a escuridão/sombras
Efeito: + 7 em testes ligados à escuridão/sombras. (Só pode ser usado uma vez no turno)
Descrição: Lana atingiu um grau elevado em seu controle sobre as criaturas sombrias e qualquer ataque ligado às sombras. Agora, muito mais experiente, ela consegue executar qualquer ação referente às sombras com mais facilidade, obtendo maiores chances de sucesso.

Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações. (Qualquer um para achá-la estando em um dos ambientes definidos será obrigado a usar pelo menos uma ação)
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar em meio a ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.

equipamentos:
EQUIPAMENTOS

▎Nome: [-] Grimório (Livro das Sombras)
Link: (Foto Aqui) e (Aqui)
Moedas: 100.
Descrição: Foi presente, tendo uma aparência simples no início e sendo personalizado com o passar do tempo. Desde seus seis anos Lana escreve em seu grimório, o primeiro presente dado por Érebus à garota. No princípio ela escrevia pequenas anotações das energias que passavam e o que diziam. As primeiras páginas possuem muitas informações confusas, mas à partir dos dez anos da garota tudo mudou. Os seres das sombras que aparecem raramente e que ela considera mais elevados e poderosos começaram a lhe ditar algo como se fossem feitiços, magias extremamente poderosas e um aviso é bem claro: Não inicie este caminho enquanto não houver o clamor das trevas primordiais. Essa é a frase que mais provoca arrepios na menina.

Como todo grimório, este livro guarda variadas informações mágicas, tudo referente aos conhecimentos adquiridos por Lana, que não teve apenas o auxílio dos espíritos, mas também de seu protetor. A cada ano que passa ele parece conter mais informações preciosas e um fato intriga a menina : suas páginas parecem não ter fim.

▎Nome: [-] Colar de prata e onyx
Link: (Foto Aqui)
Moedas: -
Descrição: Um colar de aparência sofisticada e trabalho fenomenal que foi dado à Lana por Érebus em seu aniversario de 15 anos. É um item poderoso e místico, mas a menina ainda não descobriu qual sua real função.

▎ Nome: [P] Uniforme Especial III
Imagem: (Aqui)
Natureza: -
Tipo: Defesa
Moedas: Gratuito para o líder do grupo ou 150 moedas.
Bônus de Acerto: -
Defesa: 3 vs o primeiro dano que fosse sofrer no turno.
Recarga: -
Descrição: Roupa resistente que alguns heróis usam que não atrapalha a utilização de poderes do usuário e o protege de ataques fracos. Exemplo delas é a do X-Men, Quarteto Fantástico  e etc.

▎ Nome: [A] Bastão Elétrico
Imagem: Clica
Natureza (Sem Tática): Potencia [D]/Reflexo[T]
Natureza (Tático): Intelecto [D]/Reflexo[T]
Tipo: Corte/Perfuração
Valor: 150
Bônus de Acerto: +1
Dano: 1d10+5.
Recarga: 1 ataque por ação.
Descrição: -

▎ Nome: [A] Contenção (Flash Bang)
Imagem: Clica
Natureza: Raciocínio [D]/Reflexo[T]
Tipo: Explosão
Valor: 250
Bônus de Acerto: +0
Dano: 1d10+0
Redutor: - 2 em todas as jogadas
Area: 5 metros
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Essa granada tem a capacidade de forçar em seu estouro, uma explosão luminosa e sonora, de forma a atordoar todos que estiverem em sua área de ação.

Nome: [A] Familiar - Sapo Azul (Ming Bluesky)
Imagem: http://www.papeldeparede.etc.br/fotos/wp-content/uploads/sapo_azul_de_pintas_pretas.jpg
Natureza: Reflexo[T]
Afinidade:Mágico
Tipo: Criatura mágica
Moedas: --X--
Efeito: Concede +3 de hp por turno em que tocar seu dono.

observações:

~ Música: Make a Move (Icon for Hire)
~ Vai querer deixar os religiosos vivos, tigroso? Pq aqui você decide. Kkk
~ Não posso dançar com ngm, Lex nom permiti.
~ la la la
~ Qualquer dúvida, MP!
~ Beijos!

DATA:: ATEMPORAL || PERÍODOS VARIADOS || CLIMA FRIO
(c)
avatar
Independentes
Localização :
Nova York

Mensagens :
125

Dólares :
3071

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Gustavo Katzmann em Qua Jun 01, 2016 3:49 pm



Sem título de propósito
⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿


O bom de se ter uma audição aguçada é que você pode ouvir conversas de pessoas que estão a uma distância muito grande em um certo volume. O ruim é que você pode ouvir todas as conversas de pessoas que estão a uma distância muito grande em um certo volume. De longe, eu conseguia ouvir, ainda que fosse complicado entender algumas partes da conversa entre o grupo, e algumas partes me indignavam. Podem ter construído uma imagem tão ruim assim?

- Visualmente, percebi cerca de 12 pessoas, mas tenho certeza de que tem mais gente lá. E creio que alguns estão armad--

Fui interrompido pela garota, e só não soquei a parede por que o barulho poderia chamar a atenção de quem estivesse lá fora. Mas não me aguentei e retruquei na hora.

- Pra começo de conversa, se você tivesse me ouvido, nada disso estaria acontecendo agora. Lembra que tudo tem consequência? Então, essa é a consequência de pichar a igreja e tentar pichar outro patrimônio público. Você foi a responsável por isso.

Respiro fundo e seguro a arma com as mãos. Caminho na direção das escadas, movendo minha cauda devagar. Eu não estaria nervoso se eu estivesse sozinho contra esses vinte, já encarei situações assim sem qualquer problema. Mas existem quatro vítimas em potencial aqui, e pelo menos três são crianças. Eu não posso colocar eles em risco, por isso devo ter cuidado.

- Espera... Ouvi que vocês tem alguma rota de fuga. Vocês teriam alguma outra passagem de acesso à avenida lá em cima? Se tiverem, vamos até lá, é a única forma de não sair na luz e ser baleado.

OFF:
Informações:

Vamos ver se vai ser necessario :acept:

Pede pra ele pra gente dançar

✖✖
avatar
Localização :
Quem sabe...

Mensagens :
111

Dólares :
3014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Lana D'yer Elrien em Qui Jun 02, 2016 7:48 pm



— LANA D'YER : NYXER — RP FECHADA — A BELA E A FERA :: DESTINOS CRUZADOS

Now I'm a warrior, I got thicker skin. I'm a warrior, I'm stronger than I've ever been. And my armor is made of steel, you can't get in.


I'm a warrior!
Então tínhamos em torno de 12 lunáticos do lado de fora... E o que é pior 12 lunáticos te caçando? 12 lunáticos armados te caçando.

A fala do tigre foi cortada antes que completasse sua revelação, mas tinha sido bem compreendida. O felino pareceu incomodado com minha pergunta e mostrou-se disposto a reiniciar uma discussão. Se para ele era aceitável um grupo partir armado em busca de alguém só por pichar um monumento histórico, eu não tinha mais o que discutir...

Não havia tempo a ser perdido, Cassidy estava apavorada, Kurt estava aflito e Britney se preocupava pelos dois. O único que se mostrava diferente era Lex, ele encarava o tigre com desaprovação após ouvir suas palavras contra mim. Sinceramente, pensei que ele voaria no pescoço do felino. Por isso fiquei estática, imóvel, já pensando que, além de ter que me livrar de extremistas fanáticos, também teria que separar uma briga. Contudo, Alexius surpreendeu. Ele ignorou toda sua raiva e respondeu ao híbrido:

- Há uma passagem há uns 300 metros daqui. Não sabemos pra que foi construída, no entanto o que interessa é que pode nos levar à superfície por uma escada de ferro. O espaço é estreito, mas creio que esse seu traseiro gordo passe. Se entalar, vai ficar pra trás... - ele riu de maneira debochada. Lex precisava soltar um de seus comentários insolentes...

- Eles estão chegando. - Cassidy avisou, tentando falar baixinho.

Aflita, já comecei a falar como reagiriam. Eles não permaneceriam ali, esperando, eu não permitiria que fôssemos encurralados.

- Mother e Ace, vocês vão na frente com Cassidy. - estava tão nervosa que nem percebi que havia chamado a menina pelo seu nome real, mas ela não deixou escapar meu deslize.

- Você perdeu, Nyxer, você perdeu. Me chamou pelo nome. - Britney não deixou que se prolongasse, saiu na dianteira levando a pequena pela mão, Kurt seguiu em sua companhia, sobrado Lex, o Tigre e eu para cuidar da retaguarda caso algo desse errado. Só não insisti para que o empata fosse junto com os três porque sabia que ele se recusaria.

Empunhei meu bastão elétrico com firmeza, nesse momento eu sentia de alguma forma que os desgraçados estavam prestes a descer a escadaria, era hora de seguirmos para a rota de fuga ou teríamos que enfrentar em trio o número de pelo menos doze doentes.

- Vamos logo. - disse e apressei-me em caminhar, pegando a mão de Alexius e esperando pela reação da fera.





◉ informações


Ações:

~
~
~

FICHA X:

Defeitos:


▎Fanatismo (1 ponto): Toda a admiração e dependência de Lana por Érebus beira ao fanatismo. Apesar de muitas vezes o homem mostrar uma personalidade duvidosa e cruel, ela tem plena convicção de que ele sempre a amará e protegerá.
▎Juventude (1 ponto): Sua pouca idade muitas vezes a impede de entrar em certos lugares e fazer certas coisas...
▎Magnetismo Sobrenatural (1 ponto): Toda a bagagem trazida pela viagem da encarnação anterior de Lana lhe rendeu a abertura de poder se comunicar com os mais diversos mundos e criaturas. As criaturas das sombras a perseguem pelo seu dom e quando os deuses primordiais decidirem se manifestar tudo se tornará ainda mais complicado. Será cobrada a herança dada pelos primordiais maiores, justamente Érebo, Nyx, Caos e Calígena. Lana ainda passará a ser ‘possuída’ pela força de Annya, sua antiga encarnação.
▎Temeridade (1 ponto):  Quando trata-se de proteger aqueles a quem ama (Lex e Érebus) Lana não se importa se colocará sua integridade física (ou até mesmo vida) em risco ou não. Outro ponto que pode fazer com que ela ignore o perigo é sua intolerância à covardia.
▎Intolerância (1 ponto): Lana não tolera qualquer tipo de covardia. Apesar de muitas vezes estar pouco se importando com o que acontece com os desconhecidos ao seu redor, presenciar alguma cena que ela considere covarde a tira do sério. O motivo é bem simples, quando era criança por muitas vezes ela foi agredida e humilhada por seus pais adotivos, sempre os tachando como covardes – ideia que foi fortificada por Érebus.

Atributos:

03 Potencia
02 Reflexo
04 Intelecto
04 Raciocino

▎PV'S: 107

Perícias:

▎Ocultismo
▎Bastão

Poderes:


Nome: [A] Liberdade às Sombras
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Testes: +12 para golpes com apenas dano
Teste: -8, para bloqueio de ações, deve alcançar a potência da vitima.
Teste: + 16 para as criaturas continuarem causando danos nos turnos seguintes.
Dano: 3d10 +16 (Apenas para o ataque inicial)
Efeito mental: bloqueio de ações físicas e mentais.
Dano Contínuo: 12 para aquele que continuar sendo atacado pelas feras.
Ações: 3
Duração: 2 turnos
Recarga: 1 vez a cada 4 turnos.
Descrição: Com sua capacidade de dominar as sombras, a personagem está apta a imobilizar o alvo usando a própria sombra dele. Assim, com o portal das sombras abertos, as criaturas mais cruéis têm a liberdade de se manifestarem, atormentando o alvo de diversas formas, fazendo com que perca todo seu tempo focando no tal ataque que ainda tortura com ferimentos cortantes por todo o corpo enquanto ocorre. Após o ápice inicial os danos continuam, mas sem tanta força, durando até as forças se dispersarem.

Nome: [A] Guardiões em Revoada
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Teste: +1, para defesa
Teste: -4 para ataque
Defesa: 1d10 + 1
Dano: 1d10 + 0
Ações: 1
Alvos: 1 + 1 por potência
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Tornando-se agora apta a moldar e estender sua própria força sombria e as sombras que encontra ao seu redor, Lana consegue criar criaturas únicas e aladas. Não são muito cruéis ou poderosas, porém, demonstram um mínimo de inteligência por se tratar da própria extensão sombria e mente da personagem. Em batalha essa extensão sombria protege a garota ou qualquer um que ela deseje, e ataca aqueles que ela (Lana) define como alvo em potencial. As criações são aladas e feitas de pura energia sombria, porém, tão sólidas quanto qualquer um. A quantidade da força liberada é mediana, e Lana consegue organizar o ataque e defesa de maneira ordenada. Um grupo parte para o ataque em vôos rasantes enquanto outro se foca em manter manobras defensivas capazes de protegê-la ou a um alvo/aliado específico. Sendo assim, pode ser usada tanto para proteger a garota quanto a outro personagem.

Nome: [A] Manto Obscuro
Natureza: Raciocínio [T]
Grupo: Magia Primordial/Domínio sobre sombras e escuridão
Teste: -2, precisa alcançar o próprio intelecto.
Bônus Passivo: -3 para que a acertem.
Teste: -6 para redução de danos, precisa alcançar o Intelecto da Vitima.
Bônus Passivo: -3 nos danos que a afetarem.
Duração: 2 turnos.
Recarga: Uma vez a cada quatro turnos.
Descrição: Graças à sua Camuflagem Primordial, Lana pode passar despercebida em ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Contudo, nem sempre ela é capaz de manter-se indetectável. Por isso, quando necessário, ela poderá contar com um tipo de proteção que modifica  sua estrutura física, confundindo a visão de todos, pois faz com que se molde ainda mais ao ambiente, tornando-se uma parte obscura dele. Nesse seu estado o máximo que qualquer um poderá ver será um vulto escuro, por isso será difícil de ser focado e ocasionalmente acertado. Com isso ela atinge também uma intangibilidade parcial, o que reduz os danos recebidos. Apesar de sua camuflagem se manifestar passivamente em certos locais e ocasiões, tal manto pode ser ativado em qualquer situação.

Nome: [P] Comunicação Sombria
Grupo: Domínio sobre a Escuridão/Sombras
Efeito: Uma vez por Missão ou RP, o narrador pode dar UMA informação importante sobre a Missão ou alvo, se for sobre um alvo precisa ter intelecto Igual ou inferior.
Descrição: Lana consegue se comunicar com criaturas das sombras, sendo estas em sua maioria não muito poderosas, raramente há manifestações de demônios ou sábios e magos antigos. O controle dela sobre estes seres é mínimo e a menina não possui muita concentração e nem paciência, assim como também não consegue dar ordens e nem sentir a intenção das entidades.

Nome: [P] Mestre das Sombras
Grupo: Domínio sobre a escuridão/sombras
Efeito: + 7 em testes ligados à escuridão/sombras. (Só pode ser usado uma vez no turno)
Descrição: Lana atingiu um grau elevado em seu controle sobre as criaturas sombrias e qualquer ataque ligado às sombras. Agora, muito mais experiente, ela consegue executar qualquer ação referente às sombras com mais facilidade, obtendo maiores chances de sucesso.

Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações. (Qualquer um para achá-la estando em um dos ambientes definidos será obrigado a usar pelo menos uma ação)
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar em meio a ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.

equipamentos:
EQUIPAMENTOS

▎Nome: [-] Grimório (Livro das Sombras)
Link: (Foto Aqui) e (Aqui)
Moedas: 100.
Descrição: Foi presente, tendo uma aparência simples no início e sendo personalizado com o passar do tempo. Desde seus seis anos Lana escreve em seu grimório, o primeiro presente dado por Érebus à garota. No princípio ela escrevia pequenas anotações das energias que passavam e o que diziam. As primeiras páginas possuem muitas informações confusas, mas à partir dos dez anos da garota tudo mudou. Os seres das sombras que aparecem raramente e que ela considera mais elevados e poderosos começaram a lhe ditar algo como se fossem feitiços, magias extremamente poderosas e um aviso é bem claro: Não inicie este caminho enquanto não houver o clamor das trevas primordiais. Essa é a frase que mais provoca arrepios na menina.

Como todo grimório, este livro guarda variadas informações mágicas, tudo referente aos conhecimentos adquiridos por Lana, que não teve apenas o auxílio dos espíritos, mas também de seu protetor. A cada ano que passa ele parece conter mais informações preciosas e um fato intriga a menina : suas páginas parecem não ter fim.

▎Nome: [-] Colar de prata e onyx
Link: (Foto Aqui)
Moedas: -
Descrição: Um colar de aparência sofisticada e trabalho fenomenal que foi dado à Lana por Érebus em seu aniversario de 15 anos. É um item poderoso e místico, mas a menina ainda não descobriu qual sua real função.

▎ Nome: [P] Uniforme Especial III
Imagem: (Aqui)
Natureza: -
Tipo: Defesa
Moedas: Gratuito para o líder do grupo ou 150 moedas.
Bônus de Acerto: -
Defesa: 3 vs o primeiro dano que fosse sofrer no turno.
Recarga: -
Descrição: Roupa resistente que alguns heróis usam que não atrapalha a utilização de poderes do usuário e o protege de ataques fracos. Exemplo delas é a do X-Men, Quarteto Fantástico  e etc.

▎ Nome: [A] Bastão Elétrico
Imagem: Clica
Natureza (Sem Tática): Potencia [D]/Reflexo[T]
Natureza (Tático): Intelecto [D]/Reflexo[T]
Tipo: Corte/Perfuração
Valor: 150
Bônus de Acerto: +1
Dano: 1d10+5.
Recarga: 1 ataque por ação.
Descrição: -

▎ Nome: [A] Contenção (Flash Bang)
Imagem: Clica
Natureza: Raciocínio [D]/Reflexo[T]
Tipo: Explosão
Valor: 250
Bônus de Acerto: +0
Dano: 1d10+0
Redutor: - 2 em todas as jogadas
Area: 5 metros
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Essa granada tem a capacidade de forçar em seu estouro, uma explosão luminosa e sonora, de forma a atordoar todos que estiverem em sua área de ação.

Nome: [A] Familiar - Sapo Azul (Ming Bluesky)
Imagem: http://www.papeldeparede.etc.br/fotos/wp-content/uploads/sapo_azul_de_pintas_pretas.jpg
Natureza: Reflexo[T]
Afinidade:Mágico
Tipo: Criatura mágica
Moedas: --X--
Efeito: Concede +3 de hp por turno em que tocar seu dono.

observações:

~ Música:  Rise (Skillet)
~ Pronto, as crianças estão seguras agora... Você pode arrancar algumas cabeças.
~ Ele é ciumento e possessivo.
~ la la la
~ Qualquer dúvida, MP!
~ Beijos!

DATA:: ATEMPORAL || PERÍODOS VARIADOS || CLIMA FRIO
(c)
avatar
Independentes
Localização :
Nova York

Mensagens :
125

Dólares :
3071

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Gustavo Katzmann em Qui Jun 02, 2016 8:48 pm



Sem título de propósito
⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿


Praticamente ignorando o comentário do rapaz, apenas digo, apressado.

- Depressa, vão! Eles já perceberam a presença de vocês aqui! - faço um movimento de apontamento, indicando o lado pra eles correrem.

Vi a dupla correr para outro canto, mas não os segui, me escondendo. De repente, vejo dois descendo pelas escadas, por sorte não estavam armados. Um deles segurava uma lanterna, e poderia facilmente descobrir o lugar onde eu estava. Poderia, se eu não fosse mais rápido. Indo pelas sombras, fico atrás da dupla e começo a rosnar. De repente, os dois se viram para mim.

- Eu dei a chance para mudarem, agora não vou ser bonzinho.

- Meu D--

Antes que um deles terminasse de falar, puxei uma adaga e cortei-lhe a jugular, o deixando cair no chão, sufocando com o próprio sangue. Seu parceiro, que tinha a lanterna, tinha a deixado cair. O som da lâmpada trincando no chão me doía os ouvidos, me deixando mais irritado.

- Saia, criatura demoníaca - o homem grita, colocando a mão próxima a cintura. Senti cheiro de pólvora nele. Ele estava armado.

- Só vejo uma criatura demoníaca aqui - dou um rugido na hora e salto contra sua garganta, abocanhando-a e a cortando rapidamente, depois rasgando seu rosto com minhas garras. Levantando, com o pelo sujo de sangue, completo minha frase. - E acabo de matá-la.

Menos dois, faltavam mais alguns. Escuto uma forte movimentação acima de mim, além de outra frase.

- Reverendo, estão na estação

- Entrem atirando, irmãos

Na hora fiquei mais atento e saltei para o lado, puxando um dos corpos comigo. Ao escutar os passos, joguei o corpo na escada e vi ele sendo metralhado. Um ataque direto não resolveria ali, então puxei minha sub-metralhadora e corri atirando. Eram três descendo pela escada, eles também atiraram. Um dos tiros raspou minha orelha esquerda, enquanto outro passou próximo a minha cauda. Mas os três foram baleados, caindo ao chão e sangrando muito. O sangue deles escorria pelas escadas, e a muvuca na parte de cima piorava. O grupo parecia buscar outra forma de organização.

- Não tenham medo, irmãos! Esse é o satanás que tenta fazer com que vocês se desviem do caminho divino! Não tenham medo, e encontrem essas criaturas!

Seria loucura tentar de novo algum movimento, então corri na direção do túnel onde o grupo estava indo. Naquele momento, provavelmente estariam longe de mim, mas não poderia arriscar nada. E eu já estava sujo com um sangue que corria nas veias de percursores de preconceitos. Agora eu estava assumindo o lado que me fez entrar para a X-Force, o lado violento e que entende a virtude real: "Mate o inimigo para que ele não fique mais forte e tente matá-lo depois". Talvez eu precisasse disso para sanar qualquer dúvida que poderia ter ainda.

- Preciso do comunicador... - murmuro, correndo de costas e mirando no corredor com minha sub-metralhadora. O lugar era escuro, e meus olhos esverdeados brilhavam para quem visse de longe.

OFF:
Informações:

Se me ver, estou com as garras das mãos, a área da boca e um pouco do pelo sujos de sangue.

E tenta convencer ele, pra evitarmos uma treta maior

✖✖
avatar
Localização :
Quem sabe...

Mensagens :
111

Dólares :
3014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Lana D'yer Elrien em Qui Jun 02, 2016 11:21 pm



— LANA D'YER : NYXER — RP FECHADA — A BELA E A FERA :: DESTINOS CRUZADOS

Now I'm a warrior, I got thicker skin. I'm a warrior, I'm stronger than I've ever been. And my armor is made of steel, you can't get in.


I'm a warrior!
Lex e eu seguimos correndo. Antes fora eu que o arrastara pela mão, agora era ele que me puxava, pois eu insistia em olhar para trás para tentar avistar o tigre, só que ele havia ficado para trás.

- O que será que aconteceu com ele? - perguntei mais para mim do que para qualquer um.

- Vamos, Lana! - Alexius me puxou com mais força. Eu não percebia, mas diminuía minha velocidade. Foi então que repentinamente ouvimos urros, gritos, rugidos e disparos explodirem.

- Droga! Estão atirando nele, Lex... - gritei, eu só conseguia pensar que a poucos metros de distância alguém lutava contra 12 doentes armados, não era justo. Tentei parar, mas quase fui levada ao chão porque o empata me puxou com muito mais força.

- Ou ele está atirando nos outros. Ele não é um gatinho indefeso, Lana. Tem garras e presas, não vão matá-lo tão facilmente. Precisamos alcançar os outros.

Mesmo que a contra gosto, segui ao lado do mutante, mas quando chegamos a certa distância não tive como continuar, precisei parar e no centro dos trilhos.

- O que você quer fazer? - Alexius também parou. Ele elevou sua voz, já estava irritado. Fazia movimentos bruscos com os braços, estava inconformado com minha atitude.

- Você quer voltar e trazer o bichano no colo? Você ouviu o que ele te disse, ele acha que tudo isso é culpa sua. Deixa que ele se resolva com os loucos lá trás...

- Ninguém fica para trás, se lembra? - após muito ouvir, rompi meu silêncio para relembrar o moreno um dos nossos principais votos.

- Nenhum dos nossos ficam pra trás, ele não pertence à família. - o moreno retrucou imediatamente.

- Ele está se arriscando por nós. - insisti, mas sem me alterar.

- Ele está se arriscando por ele... Você não pode voltar lá pra ajudá-lo, ele não é responsabilidade sua...

Calei-me, preferindo apenas a olhar o moreno. Lex cada vez ficava mais furioso, mas eu não entendia o motivo. Ele sempre aceitava todos os mutantes com muita simpatia, de braços abertos, pronto para integrá-los ao grupo de qualquer maneira, já com o Tigre era o oposto. Era óbvio que ele não aceitava bem a ideia de que na noite anterior meu encontro com a fera não foi o melhor possível, mas parecia ter algo além disso.

- Você ouviu quando ele disse que precisava chamar a X-alguma coisa?

Minha expressão de dúvida ficara bem clara, eu não me lembrava de ter ouvido nada parecido, mas nem tive tempo de puxar pela memória, algo grande e com garras vinha em nossa direção.

Lex também percebeu a aproximação, firmou seu bastão com amvas as mãos e seus olhos se tornaram prateados. Eu sabia que ele não tentaria nada contra o felino, mas temia o que ele poderia ter pressentido.

- Vamos nos esconder atrás daquela pilastra. - o empata apontou e em seguida me empurrou para que me apressasse. Precisei correr, Alexius veio atrás de mim.

- O que está acontecendo? - perguntei, mas não obtive resposta.

- Fala, Lex... - insisti, mas ele não falou. Então eu olhei para o tigre e vi seu pelo e boca cobertos por sangue, no entanto, aquele não o seu sangue.

- Ainda acha que ele precisa de ajuda? - o empata me perguntou, mas eu não desviava os olhos do híbrido que se aproximava.





◉ informações


Ações:

~
~
~

FICHA X:

Defeitos:


▎Fanatismo (1 ponto): Toda a admiração e dependência de Lana por Érebus beira ao fanatismo. Apesar de muitas vezes o homem mostrar uma personalidade duvidosa e cruel, ela tem plena convicção de que ele sempre a amará e protegerá.
▎Juventude (1 ponto): Sua pouca idade muitas vezes a impede de entrar em certos lugares e fazer certas coisas...
▎Magnetismo Sobrenatural (1 ponto): Toda a bagagem trazida pela viagem da encarnação anterior de Lana lhe rendeu a abertura de poder se comunicar com os mais diversos mundos e criaturas. As criaturas das sombras a perseguem pelo seu dom e quando os deuses primordiais decidirem se manifestar tudo se tornará ainda mais complicado. Será cobrada a herança dada pelos primordiais maiores, justamente Érebo, Nyx, Caos e Calígena. Lana ainda passará a ser ‘possuída’ pela força de Annya, sua antiga encarnação.
▎Temeridade (1 ponto):  Quando trata-se de proteger aqueles a quem ama (Lex e Érebus) Lana não se importa se colocará sua integridade física (ou até mesmo vida) em risco ou não. Outro ponto que pode fazer com que ela ignore o perigo é sua intolerância à covardia.
▎Intolerância (1 ponto): Lana não tolera qualquer tipo de covardia. Apesar de muitas vezes estar pouco se importando com o que acontece com os desconhecidos ao seu redor, presenciar alguma cena que ela considere covarde a tira do sério. O motivo é bem simples, quando era criança por muitas vezes ela foi agredida e humilhada por seus pais adotivos, sempre os tachando como covardes – ideia que foi fortificada por Érebus.

Atributos:

03 Potencia
02 Reflexo
04 Intelecto
04 Raciocino

▎PV'S: 107

Perícias:

▎Ocultismo
▎Bastão

Poderes:


Nome: [A] Liberdade às Sombras
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Testes: +12 para golpes com apenas dano
Teste: -8, para bloqueio de ações, deve alcançar a potência da vitima.
Teste: + 16 para as criaturas continuarem causando danos nos turnos seguintes.
Dano: 3d10 +16 (Apenas para o ataque inicial)
Efeito mental: bloqueio de ações físicas e mentais.
Dano Contínuo: 12 para aquele que continuar sendo atacado pelas feras.
Ações: 3
Duração: 2 turnos
Recarga: 1 vez a cada 4 turnos.
Descrição: Com sua capacidade de dominar as sombras, a personagem está apta a imobilizar o alvo usando a própria sombra dele. Assim, com o portal das sombras abertos, as criaturas mais cruéis têm a liberdade de se manifestarem, atormentando o alvo de diversas formas, fazendo com que perca todo seu tempo focando no tal ataque que ainda tortura com ferimentos cortantes por todo o corpo enquanto ocorre. Após o ápice inicial os danos continuam, mas sem tanta força, durando até as forças se dispersarem.

Nome: [A] Guardiões em Revoada
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Teste: +1, para defesa
Teste: -4 para ataque
Defesa: 1d10 + 1
Dano: 1d10 + 0
Ações: 1
Alvos: 1 + 1 por potência
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Tornando-se agora apta a moldar e estender sua própria força sombria e as sombras que encontra ao seu redor, Lana consegue criar criaturas únicas e aladas. Não são muito cruéis ou poderosas, porém, demonstram um mínimo de inteligência por se tratar da própria extensão sombria e mente da personagem. Em batalha essa extensão sombria protege a garota ou qualquer um que ela deseje, e ataca aqueles que ela (Lana) define como alvo em potencial. As criações são aladas e feitas de pura energia sombria, porém, tão sólidas quanto qualquer um. A quantidade da força liberada é mediana, e Lana consegue organizar o ataque e defesa de maneira ordenada. Um grupo parte para o ataque em vôos rasantes enquanto outro se foca em manter manobras defensivas capazes de protegê-la ou a um alvo/aliado específico. Sendo assim, pode ser usada tanto para proteger a garota quanto a outro personagem.

Nome: [A] Manto Obscuro
Natureza: Raciocínio [T]
Grupo: Magia Primordial/Domínio sobre sombras e escuridão
Teste: -2, precisa alcançar o próprio intelecto.
Bônus Passivo: -3 para que a acertem.
Teste: -6 para redução de danos, precisa alcançar o Intelecto da Vitima.
Bônus Passivo: -3 nos danos que a afetarem.
Duração: 2 turnos.
Recarga: Uma vez a cada quatro turnos.
Descrição: Graças à sua Camuflagem Primordial, Lana pode passar despercebida em ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Contudo, nem sempre ela é capaz de manter-se indetectável. Por isso, quando necessário, ela poderá contar com um tipo de proteção que modifica  sua estrutura física, confundindo a visão de todos, pois faz com que se molde ainda mais ao ambiente, tornando-se uma parte obscura dele. Nesse seu estado o máximo que qualquer um poderá ver será um vulto escuro, por isso será difícil de ser focado e ocasionalmente acertado. Com isso ela atinge também uma intangibilidade parcial, o que reduz os danos recebidos. Apesar de sua camuflagem se manifestar passivamente em certos locais e ocasiões, tal manto pode ser ativado em qualquer situação.

Nome: [P] Comunicação Sombria
Grupo: Domínio sobre a Escuridão/Sombras
Efeito: Uma vez por Missão ou RP, o narrador pode dar UMA informação importante sobre a Missão ou alvo, se for sobre um alvo precisa ter intelecto Igual ou inferior.
Descrição: Lana consegue se comunicar com criaturas das sombras, sendo estas em sua maioria não muito poderosas, raramente há manifestações de demônios ou sábios e magos antigos. O controle dela sobre estes seres é mínimo e a menina não possui muita concentração e nem paciência, assim como também não consegue dar ordens e nem sentir a intenção das entidades.

Nome: [P] Mestre das Sombras
Grupo: Domínio sobre a escuridão/sombras
Efeito: + 7 em testes ligados à escuridão/sombras. (Só pode ser usado uma vez no turno)
Descrição: Lana atingiu um grau elevado em seu controle sobre as criaturas sombrias e qualquer ataque ligado às sombras. Agora, muito mais experiente, ela consegue executar qualquer ação referente às sombras com mais facilidade, obtendo maiores chances de sucesso.

Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações. (Qualquer um para achá-la estando em um dos ambientes definidos será obrigado a usar pelo menos uma ação)
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar em meio a ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.

equipamentos:
EQUIPAMENTOS

▎Nome: [-] Grimório (Livro das Sombras)
Link: (Foto Aqui) e (Aqui)
Moedas: 100.
Descrição: Foi presente, tendo uma aparência simples no início e sendo personalizado com o passar do tempo. Desde seus seis anos Lana escreve em seu grimório, o primeiro presente dado por Érebus à garota. No princípio ela escrevia pequenas anotações das energias que passavam e o que diziam. As primeiras páginas possuem muitas informações confusas, mas à partir dos dez anos da garota tudo mudou. Os seres das sombras que aparecem raramente e que ela considera mais elevados e poderosos começaram a lhe ditar algo como se fossem feitiços, magias extremamente poderosas e um aviso é bem claro: Não inicie este caminho enquanto não houver o clamor das trevas primordiais. Essa é a frase que mais provoca arrepios na menina.

Como todo grimório, este livro guarda variadas informações mágicas, tudo referente aos conhecimentos adquiridos por Lana, que não teve apenas o auxílio dos espíritos, mas também de seu protetor. A cada ano que passa ele parece conter mais informações preciosas e um fato intriga a menina : suas páginas parecem não ter fim.

▎Nome: [-] Colar de prata e onyx
Link: (Foto Aqui)
Moedas: -
Descrição: Um colar de aparência sofisticada e trabalho fenomenal que foi dado à Lana por Érebus em seu aniversario de 15 anos. É um item poderoso e místico, mas a menina ainda não descobriu qual sua real função.

▎ Nome: [P] Uniforme Especial III
Imagem: (Aqui)
Natureza: -
Tipo: Defesa
Moedas: Gratuito para o líder do grupo ou 150 moedas.
Bônus de Acerto: -
Defesa: 3 vs o primeiro dano que fosse sofrer no turno.
Recarga: -
Descrição: Roupa resistente que alguns heróis usam que não atrapalha a utilização de poderes do usuário e o protege de ataques fracos. Exemplo delas é a do X-Men, Quarteto Fantástico  e etc.

▎ Nome: [A] Bastão Elétrico
Imagem: Clica
Natureza (Sem Tática): Potencia [D]/Reflexo[T]
Natureza (Tático): Intelecto [D]/Reflexo[T]
Tipo: Corte/Perfuração
Valor: 150
Bônus de Acerto: +1
Dano: 1d10+5.
Recarga: 1 ataque por ação.
Descrição: -

▎ Nome: [A] Contenção (Flash Bang)
Imagem: Clica
Natureza: Raciocínio [D]/Reflexo[T]
Tipo: Explosão
Valor: 250
Bônus de Acerto: +0
Dano: 1d10+0
Redutor: - 2 em todas as jogadas
Area: 5 metros
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Essa granada tem a capacidade de forçar em seu estouro, uma explosão luminosa e sonora, de forma a atordoar todos que estiverem em sua área de ação.

Nome: [A] Familiar - Sapo Azul (Ming Bluesky)
Imagem: http://www.papeldeparede.etc.br/fotos/wp-content/uploads/sapo_azul_de_pintas_pretas.jpg
Natureza: Reflexo[T]
Afinidade:Mágico
Tipo: Criatura mágica
Moedas: --X--
Efeito: Concede +3 de hp por turno em que tocar seu dono.

observações:

~ Música:  Rise (Skillet)
~ Agr só não vale ter um acesso de fera pra cima dos dois...
~ Gosto das treta, mas protejo o Lex delas. Kkkkk
~ la la la
~ Qualquer dúvida, MP!
~ Beijos!

DATA:: ATEMPORAL || PERÍODOS VARIADOS || CLIMA FRIO
(c)
avatar
Independentes
Localização :
Nova York

Mensagens :
125

Dólares :
3071

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Gustavo Katzmann em Dom Jun 05, 2016 10:28 pm



Sem título de propósito
⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿⦿


Corria pelos trilhos, tomando cuidado para não tropeçar em lugar algum. O sangue em mim me fazia pensar e repensar na ideia de confronto. Eu sabia que, se eu falasse apenas uma dúzia, eles sentiriam que havia uma chance de fugir. Mas o problema é que, sem sombra de dúvidas, há mais de doze pessoas... Muito mais.

Quando me dei conta, acabei parando próximo a pilastras ao sentir o cheiro da dupla. E, quando eles saíram de seus esconderijos, quase me desesperei na hora.

- Só estão vocês? Cadê as outras duas? Vocês deixaram elas sozinhas? - disse, com cara de preocupado.

De repente, escuto um som crescente vindo dos trilhos. Som de passos rápidos. E de gatilhos sendo armados. Num local onde o som tem maior facilidade de propagação, provavelmente até os dois teriam escutado aquilo. E não pensei muito na hora, coloquei as mãos nos dois parados e comecei a "empurrar" eles, para que corressem junto.

- Eles são muitos, precisamos sair daqui e logo! - gritei, forçando a corrida deles.

Assim que disse a última palavra, um tiro atingiu uma pilastra ao nosso lado. Como reflexo, abaixei a cabeça e me virei na hora, vi a aproximação de mais três. Com a sub-metralhadora em mãos, atirei várias vezes contra o trio, matando-os rapidamente, porém acabando com minhas balas.

- Vão, rápido! Eu preciso recarregar - digo, puxando um pente para recarregar a arma - Não deixem as duas desprotegidas!

OFF:
Informações:

Então dançamos os três

E sorry a demora, não deu mesmo pra postar nesses dias

✖✖
avatar
Localização :
Quem sabe...

Mensagens :
111

Dólares :
3014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Lana D'yer Elrien em Seg Jun 06, 2016 12:35 pm



— LANA D'YER : NYXER — RP FECHADA — A BELA E A FERA :: DESTINOS CRUZADOS

Now I'm a warrior, I got thicker skin. I'm a warrior, I'm stronger than I've ever been. And my armor is made of steel, you can't get in.


I'm a warrior!
Assim que nos viu, o felino perguntou sobre Cassidy e Britney. Como na maioria das vezes, suas palavras pareciam julgar nossas atitudes, por isso apenas o olhei com frieza, sem emitir nenhum som, porém, Lex respondeu por mim.

- Elas foram na frente com Ace. Já... - a fala do empata foi interrompida pelo engatilhar de incontáveis armas e sons de passos pesados que vinham em nossa direção. O som daqueles passos pareciam o de uma marcha assassina e Lex e eu percebemos que a quantidade era muito maior do que esperávamos.

As imensas patas do tigre me impulsionavam a correr, mas eu insistia em olhar para trás, tentando enxergar o que tínhamos atrás de nós. Vi as sombras dos lunáticos se aproximando, eles urravam como bestas feras e estavam dominados pelo ódio. A cena era assustadora e o híbrido confirmou o que já tínhamos descoberto, eles eram muitos e precisávamos sair dali o mais rápido possível.

Lex 'ajudava' o tigre a me empurrar, mas eu impunha mais força em meu corpo para não ser levada. Repentinamente um tiro nos atingiu a uma distância próxima, atingindo uma pilastra. O felino reagiu descarregando suas últimas balas contra aqueles que vinham, matando três. Ainda restavam muitos.

Eu sentia que Alexius estava preparado para fugir, mas não o fazia pela sua incapacidade de me deixar para trás. A fera que gastara suas balas precisou recarregar, enquanto isso eu, rente à parede, analisava o que tínhamos ali. Eram em torno de quatorze cabeças e a insistência do tigre em lembrar de Cass e Britney me pressionou a tomar uma atitude para me assegurar de que elas sairiam do lugar sem se deparar com nenhum contratempo, pelo menos não referente àquele grupo de fanáticos.

Parei completamente por alguns instantes, concentrando-me em me tornar apenas um vulto na visão de todos ali. Esgueirei-me por detrás de mais uma pilastra e observei o grupo de malditos. Uma ideia surgiu enquanto eu ouvia Lex aussurrar baixinho meu nome, tentando me avistar. Eu não poderia perder tempo, ouvi mais tiros e o empata não arredava o pé dali, era um teimoso inconsequente. Mas eu não tinha tempo para insistir que fugisse. Percebi que o grupo que chegava se aglomerava com seus membros próximos um ao outro e se... Um da frente caísse, o resto seria levado junto. Eu teria que tentar....

Não permiti que chegassem mais próximo. Fiz surgir um bando de pássaros negros emergir das sombras, vindos do solo aonde o grupo caminhava. Imediatamente as aves pôs-se a criar uma barreira, atacando os cinco que vinham na frente. As aves se metiam por entre as pernas do grupo, algumas alçaram vôo para poder atacar por cima e por fim tudo deu certo. Eu vi muitos caindo, um sobre os outros. Disparos também eram ouvidos, mas os tiros partiam para todos os lados, fazendo inclusive que os religiosos se acertassem entre si devido à confusão e à falta de experiência que muitos demonstravam. Eu não sabia quantas vidas haviam sido perdidas ali, mas pouco me importava. Foram eles que buscaram seu destino, eu não precisei disparar nenhuma daquelas armas para que caíssem.

- Vamos... - minha voz saiu como um sussurro, enquanto eu me mantinha oculta e quase invisível. Deixei que Lex fosse na frente, correndo, finalmente. O tigre já deveria ter recarregado sua arma e a partir dali o objetivo era chegar à rota de fuga a qualquer custo. Mas eu não estava disposta a levar aqueles malditos no meu encalço. Eles seriam abatidos antes que chegássemos ao nosso destino. Por isso olhei para trás, percebendo que ao menos 10 permaneciam de pé. Era hora de confundi-los ainda mais. Um novo grupo de aves emergiu do solo, juntando-se ao que já existia e montando um cerco defensor. As atacantes focavam-se em atingir a cabeça  e dificultar a visão dos que restavam. Os homens se debatiam e mais uma vez  atiravam a esmo, acertando qualquer um e qualquer coisa.

- Se você você carregou, é hora de atirar, Tigre. - elevei minha voz... Tiros e gritos eram ouvidos, até eu ouvir um urro de dor e olhar pra frente. Lex estava ferido e arrastava-se para se esconder por trás da pilastra mais próxima.


CONTINUA






◉ informações


Ações:

~
~
~

FICHA X:

Defeitos:


▎Fanatismo (1 ponto): Toda a admiração e dependência de Lana por Érebus beira ao fanatismo. Apesar de muitas vezes o homem mostrar uma personalidade duvidosa e cruel, ela tem plena convicção de que ele sempre a amará e protegerá.
▎Juventude (1 ponto): Sua pouca idade muitas vezes a impede de entrar em certos lugares e fazer certas coisas...
▎Magnetismo Sobrenatural (1 ponto): Toda a bagagem trazida pela viagem da encarnação anterior de Lana lhe rendeu a abertura de poder se comunicar com os mais diversos mundos e criaturas. As criaturas das sombras a perseguem pelo seu dom e quando os deuses primordiais decidirem se manifestar tudo se tornará ainda mais complicado. Será cobrada a herança dada pelos primordiais maiores, justamente Érebo, Nyx, Caos e Calígena. Lana ainda passará a ser ‘possuída’ pela força de Annya, sua antiga encarnação.
▎Temeridade (1 ponto):  Quando trata-se de proteger aqueles a quem ama (Lex e Érebus) Lana não se importa se colocará sua integridade física (ou até mesmo vida) em risco ou não. Outro ponto que pode fazer com que ela ignore o perigo é sua intolerância à covardia.
▎Intolerância (1 ponto): Lana não tolera qualquer tipo de covardia. Apesar de muitas vezes estar pouco se importando com o que acontece com os desconhecidos ao seu redor, presenciar alguma cena que ela considere covarde a tira do sério. O motivo é bem simples, quando era criança por muitas vezes ela foi agredida e humilhada por seus pais adotivos, sempre os tachando como covardes – ideia que foi fortificada por Érebus.

Atributos:

03 Potencia
02 Reflexo
04 Intelecto
04 Raciocino

▎PV'S: 107

Perícias:

▎Ocultismo
▎Bastão

Poderes:


Nome: [A] Liberdade às Sombras
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Testes: +12 para golpes com apenas dano
Teste: -8, para bloqueio de ações, deve alcançar a potência da vitima.
Teste: + 16 para as criaturas continuarem causando danos nos turnos seguintes.
Dano: 3d10 +16 (Apenas para o ataque inicial)
Efeito mental: bloqueio de ações físicas e mentais.
Dano Contínuo: 12 para aquele que continuar sendo atacado pelas feras.
Ações: 3
Duração: 2 turnos
Recarga: 1 vez a cada 4 turnos.
Descrição: Com sua capacidade de dominar as sombras, a personagem está apta a imobilizar o alvo usando a própria sombra dele. Assim, com o portal das sombras abertos, as criaturas mais cruéis têm a liberdade de se manifestarem, atormentando o alvo de diversas formas, fazendo com que perca todo seu tempo focando no tal ataque que ainda tortura com ferimentos cortantes por todo o corpo enquanto ocorre. Após o ápice inicial os danos continuam, mas sem tanta força, durando até as forças se dispersarem.

Nome: [A] Guardiões em Revoada
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Teste: +1, para defesa
Teste: -4 para ataque
Defesa: 1d10 + 1
Dano: 1d10 + 0
Ações: 1
Alvos: 1 + 1 por potência
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Tornando-se agora apta a moldar e estender sua própria força sombria e as sombras que encontra ao seu redor, Lana consegue criar criaturas únicas e aladas. Não são muito cruéis ou poderosas, porém, demonstram um mínimo de inteligência por se tratar da própria extensão sombria e mente da personagem. Em batalha essa extensão sombria protege a garota ou qualquer um que ela deseje, e ataca aqueles que ela (Lana) define como alvo em potencial. As criações são aladas e feitas de pura energia sombria, porém, tão sólidas quanto qualquer um. A quantidade da força liberada é mediana, e Lana consegue organizar o ataque e defesa de maneira ordenada. Um grupo parte para o ataque em vôos rasantes enquanto outro se foca em manter manobras defensivas capazes de protegê-la ou a um alvo/aliado específico. Sendo assim, pode ser usada tanto para proteger a garota quanto a outro personagem.

Nome: [A] Manto Obscuro
Natureza: Raciocínio [T]
Grupo: Magia Primordial/Domínio sobre sombras e escuridão
Teste: -2, precisa alcançar o próprio intelecto.
Bônus Passivo: -3 para que a acertem.
Teste: -6 para redução de danos, precisa alcançar o Intelecto da Vitima.
Bônus Passivo: -3 nos danos que a afetarem.
Duração: 2 turnos.
Recarga: Uma vez a cada quatro turnos.
Descrição: Graças à sua Camuflagem Primordial, Lana pode passar despercebida em ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Contudo, nem sempre ela é capaz de manter-se indetectável. Por isso, quando necessário, ela poderá contar com um tipo de proteção que modifica  sua estrutura física, confundindo a visão de todos, pois faz com que se molde ainda mais ao ambiente, tornando-se uma parte obscura dele. Nesse seu estado o máximo que qualquer um poderá ver será um vulto escuro, por isso será difícil de ser focado e ocasionalmente acertado. Com isso ela atinge também uma intangibilidade parcial, o que reduz os danos recebidos. Apesar de sua camuflagem se manifestar passivamente em certos locais e ocasiões, tal manto pode ser ativado em qualquer situação.

Nome: [P] Comunicação Sombria
Grupo: Domínio sobre a Escuridão/Sombras
Efeito: Uma vez por Missão ou RP, o narrador pode dar UMA informação importante sobre a Missão ou alvo, se for sobre um alvo precisa ter intelecto Igual ou inferior.
Descrição: Lana consegue se comunicar com criaturas das sombras, sendo estas em sua maioria não muito poderosas, raramente há manifestações de demônios ou sábios e magos antigos. O controle dela sobre estes seres é mínimo e a menina não possui muita concentração e nem paciência, assim como também não consegue dar ordens e nem sentir a intenção das entidades.

Nome: [P] Mestre das Sombras
Grupo: Domínio sobre a escuridão/sombras
Efeito: + 7 em testes ligados à escuridão/sombras. (Só pode ser usado uma vez no turno)
Descrição: Lana atingiu um grau elevado em seu controle sobre as criaturas sombrias e qualquer ataque ligado às sombras. Agora, muito mais experiente, ela consegue executar qualquer ação referente às sombras com mais facilidade, obtendo maiores chances de sucesso.

Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações. (Qualquer um para achá-la estando em um dos ambientes definidos será obrigado a usar pelo menos uma ação)
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar em meio a ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.

equipamentos:
EQUIPAMENTOS

▎Nome: [-] Grimório (Livro das Sombras)
Link: (Foto Aqui) e (Aqui)
Moedas: 100.
Descrição: Foi presente, tendo uma aparência simples no início e sendo personalizado com o passar do tempo. Desde seus seis anos Lana escreve em seu grimório, o primeiro presente dado por Érebus à garota. No princípio ela escrevia pequenas anotações das energias que passavam e o que diziam. As primeiras páginas possuem muitas informações confusas, mas à partir dos dez anos da garota tudo mudou. Os seres das sombras que aparecem raramente e que ela considera mais elevados e poderosos começaram a lhe ditar algo como se fossem feitiços, magias extremamente poderosas e um aviso é bem claro: Não inicie este caminho enquanto não houver o clamor das trevas primordiais. Essa é a frase que mais provoca arrepios na menina.

Como todo grimório, este livro guarda variadas informações mágicas, tudo referente aos conhecimentos adquiridos por Lana, que não teve apenas o auxílio dos espíritos, mas também de seu protetor. A cada ano que passa ele parece conter mais informações preciosas e um fato intriga a menina : suas páginas parecem não ter fim.

▎Nome: [-] Colar de prata e onyx
Link: (Foto Aqui)
Moedas: -
Descrição: Um colar de aparência sofisticada e trabalho fenomenal que foi dado à Lana por Érebus em seu aniversario de 15 anos. É um item poderoso e místico, mas a menina ainda não descobriu qual sua real função.

▎ Nome: [P] Uniforme Especial III
Imagem: (Aqui)
Natureza: -
Tipo: Defesa
Moedas: Gratuito para o líder do grupo ou 150 moedas.
Bônus de Acerto: -
Defesa: 3 vs o primeiro dano que fosse sofrer no turno.
Recarga: -
Descrição: Roupa resistente que alguns heróis usam que não atrapalha a utilização de poderes do usuário e o protege de ataques fracos. Exemplo delas é a do X-Men, Quarteto Fantástico  e etc.

▎ Nome: [A] Bastão Elétrico
Imagem: Clica
Natureza (Sem Tática): Potencia [D]/Reflexo[T]
Natureza (Tático): Intelecto [D]/Reflexo[T]
Tipo: Corte/Perfuração
Valor: 150
Bônus de Acerto: +1
Dano: 1d10+5.
Recarga: 1 ataque por ação.
Descrição: -

▎ Nome: [A] Contenção (Flash Bang)
Imagem: Clica
Natureza: Raciocínio [D]/Reflexo[T]
Tipo: Explosão
Valor: 250
Bônus de Acerto: +0
Dano: 1d10+0
Redutor: - 2 em todas as jogadas
Area: 5 metros
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Essa granada tem a capacidade de forçar em seu estouro, uma explosão luminosa e sonora, de forma a atordoar todos que estiverem em sua área de ação.

Nome: [A] Familiar - Sapo Azul (Ming Bluesky)
Imagem: http://www.papeldeparede.etc.br/fotos/wp-content/uploads/sapo_azul_de_pintas_pretas.jpg
Natureza: Reflexo[T]
Afinidade:Mágico
Tipo: Criatura mágica
Moedas: --X--
Efeito: Concede +3 de hp por turno em que tocar seu dono.

observações:

~ Música:  Rise (Skillet)
~ Agr Lex está com a perna ferida, num pode dançar.
~ Não precisa se desculpar, vamos continuar a RP.
~ la la la
~ Qualquer dúvida, MP!
~ Beijos!

DATA:: ATEMPORAL || PERÍODOS VARIADOS || CLIMA FRIO
(c)
avatar
Independentes
Localização :
Nova York

Mensagens :
125

Dólares :
3071

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Tempestade em Dom Jun 12, 2016 10:12 pm

RP Finalizada e PF's entregues
avatar
Admin
Localização :
Em todos lugares..

Mensagens :
84

Dólares :
2971

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] A Bela e a Fera :: Capítulo II

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum