Fontes

Octavia Lancastter - Fortune

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Octavia Lancastter - Fortune

Mensagem por Octavia Lancastter em Seg Jan 23, 2017 2:32 pm

start the riot
25 anos
Estaduniense
Mutante
Clube do Inferno
Fortune
Caótico-mau
Descrição física
Candice Swanepoel
PERSONALIDADE
Ela ama ser o centro das atenções,  se vestir de forma provocativa e apresentar um comportamento de forma sedutora inadequada. Age de forma bastante dramática, com as emoções e expressões exageradas, mas parece faltar sinceridade. Suas emoções mudam muito rapidamente e drasticamente, e ela é excessivamente preocupada com a aparência física. Sempre busca garantia ou aprovação, também é crédula e facilmente influenciada por outros. É excessivamente sensível a críticas ou desaprovação, tem uma baixa tolerância à frustração e fica facilmente entediada com projetos, muitas vezes começando a rotina sem terminá-la ou pular de um evento para outro. Ela também não pensar antes de agir, toma decisões precipitadas, é autocentrada e raramente mostrar preocupação com os outros. Tem dificuldade em manter relacionamentos, muitas vezes parecendo falsa ou superficial nas suas relações com os outros .É capaz de fazer loucuras tanto boas quanto ruins para se divertir.
HISTÓRIA
Seu nome Octavia, uma garota que sofre de Transtorno de Personalidade Histriônica, porque esse transtorno? Pergunte a seus pais, que sempre foram ausentes e autoritários na infância da pobre garota. Aqueles que causaram a morte de sua tia, sim a preferida, que sempre esteve com ela, tia Lucy era sua companhia vinte e quatro horas por dia, ela que tomava conta da pobre criança que nasceu de uma gravidez indesejada por parte dos pais. Agora você se pergunta, como os pais dela mataram sua tia Lucy? Era sabado a noite, uma discussão acontecia na sala, Raven, mãe de Quinn questionava Lucy por tentar roubar o seu lugar. Lucy tentava loucamente explicar que Raven estava entendendo tudo errado. Juan, por sua vez não era de ficar falando, ele ia e fazia.
Depois da discussão, Lucy subiu até o quarto de Octavia para se despedir, mas nunca imaginava que aquele seria o fim. O tempo que ficou no quarto de Quinn, e Raven ficou na porta vigiando-a, Juan foi até o carro da mesma e alterou o freio, era pra ser apenas um acidente. Lucy dirigia pra morte sem saber, era uma avenida, vazia, uma decida que logo ao final tinha apenas duas opções, ou ir para direita ou esquerda. Ao perceber que estava sem freio, Lucy se desesperou, tentou frear mas não conseguiu, tentou tirar o cinto de segurança, mas já era tarde demais, ela bateu de frente com o poste que quebrou ao meio e caiu em cima do carro.
Octavia já dormia à dez minutos e no exato momento da batida, acordou aos gritos, o que fez sua mãe ir ver o que estava acontecendo. Octavia disse que não era nada, que sua mãe podia voltar a fazer o que estava fazendo. Agoniada no quarto, mandou uma mensagem para sua tia, perguntando se estava tudo bem, a demora da resposta a deixou nervosa e isso a fez descer para tomar um copo de água. Abriu a porta do quarto normalmente, e ao chegar perto da escada pode ouvir a voz grossa de seu pai. - Eu não queria mata-la, eu só queria que ela sofresse um acidente e ficasse um tempo fora daqui... - dizia ele para sua esposa que ficou inconformada com a atitude do marido - você ficou louco!? Se Octavia descobrir ela não vai te perdoar nunca - a mulher se levantou e novamente disse - não iremos mais falar sobre isso nessa casa, diremos que foi um acidente - após o termino da frase, um objeto voou perto da cabeça de Raven.
Ao virar-se para ver de onde veio, Octavia estava aos prantos, e pegando tudo que achava e começava a jogar contra seus pais. - Como você apoia ele, você ouviu o que ele disse!? Ele matou a Jujuba - Octavia gritava com seus pais loucamente. Raven decidiu parar a garota, ela não tinha medo, então foi indo em direção a garota que também foi pra cima de Raven. Ela segurou um dos braços da menina e o colocou pra baixo e com a outra mão acertou a face de Octavia que parou. Em seguida, sua mãe descontroladamente prosseguiu com os tapas, e assim deu uma surra na menina. Juan, lerdo demorou um pouco para chegar até sua mulher, quando a parou, Octavia estava no chão desmaiada. Imediatamente, pegou a menina no colo, e correu para o carro com a mesma. Saiu em direção ao hospital sem sua esposa, que ficou parada no lugar onde Juan lhe parou por mais dez minutos. Ao chegar no hospital, viu que Octavia não possuía mais marcas, porém continuava desmaiada, ele disse aos medicos que não sabia o que estava acontecendo. Depois de algumas horas dissessem que Octavia estava bem e recebendo a noticia voltou pra casa atrás Raven, teria que ajuda-la pela merda que ela tinha feito.
Uma hora depois que Juan saiu do hospital Octavia acordou, não disse nada a ninguém, só balançou a cabeça positivamente quando o medico lhe perguntou se estava bem. Assim que lhe deixaram sozinha, Octavia retirou o soro e depois de se vestir fugiu do hospital. A garota ainda estava com muita raiva, decidiu passar em casa para pegar algumas coisas. Assim que seus pais souberam do desaparecimento de Octavia pela equipe do hospital, sairam em direção ao mesmo. E foi o tempo para que a menina entrasse na casa. Octavia pegou algumas economias do dinheiro que recebia de seus pais, era pouco, já que recentemente tinha comprado um presente para sua tia. Ela pegou uma bolsa e colocou seus pertences, apenas coisas que ganhou de sua tia, nada que foi  dado pelo seus pais. Pegou a maioria das fotos de sua tia que tinha no seu quarto e também carregou consigo um ursinho, metade preto metade branco que tinha ganho de sua tia quando tinha um ano e que fez parte de toda sua infância.
Revirou seu quarto, para que seus pais soubessem que esteve ali. No quarto de seus pais, pegou uma foto que estava na escrivaninha do lado da cama, pegou algumas joias de valor de sua mãe e dentro do guarda roupa de seu pai, achou mais coisas de valor uma quantia de dinheiro. Na sala revirou e terminou de quebrar tudo, com um baton vermelho de sua mãe, escreveu na parede bem grande "Eu odeio vocês!" e em cada comodo da casa escreveu "Jujuba". Depois de destruir tudo, ouviu uma sirene, parece que os vizinhos a ouviu destruir a casa. Ao pular a janela correu para longe, na intenção de ninguem acha-la mais. Por conta disso, Octavia sofre de Transtorno de Personalidade Histriônica, ela se tornou uma pessoa maléfica, sem noção, rude e louca por sangue por conta disso.
Voltando a infância Octavia sempre foi uma menina adoravél, doce, meiga, gentil, enfim, tudo o que não é hoje. Sua tia passava o maior tempo possivel com ela, elas eram intimas, e para Octavia, Lucy era muito mais que uma tia, era amiga, irmã, mãe... Raven, a mãe de Octavia passou a sentir ciúmes das duas, e a partir dos 13 anos começou a separar Lucy e Octavia. O tempo juntas já era menor, e Lucy não era mais a baba da menina, só fazia visitas, Octavia ficava inconformada, porém sua tia ajudava a mesma a controlar e fazia as coisas parecerem ser diferentemente boas do que realmente era.
A morte da tia de Octavia aconteceu quando a mesma tinha 17 anos, e por isso seus poderes apareceram. Ela foi se aperfeiçoando e se descobrindo a cada dia que passava, cada vez mais era uma pessoa má  e criou sua fortuna através disso.
Aos 21 anos foi presa, porém escapou graças ao seu poder de controle de sensibilidade que causou problemas no presidio pra onde foi levada. O motivo da prisão foi por matar um importante governador da Coréia do Norte.
Atualmente não fala do passado, seu nome verdadeiro não é mencionado.  Sua vida é cheia de divertimentos a sua maneira, e convive com mutantes que também tem as mesmas intenções que as suas. Ela chegou no Clube do Inferno graças ao assassinato do governador, talvez alguém tenha gostado do que fez.
OBJETIVOS/MOTIVAÇÕES
Depois do acontecimento em relação a sua tia, Octavia jurou a vingança de seus pais e irá planejar cada passo.
PREFERÊNCIAS
O gosto de Octavia de acordo com o humor, mas ela ama se divertir se deliciar com comidas, gosta de estar por cima, chamar atenção, enfim. Ela também ama homens e gosta de estar rodeada por eles sempre.
EXTRAS E LINHA DO TEMPO
- Seus pais tem poderes mas Octavia não sabe.
- Logo que fugiu começou a se prostituir e hoje tem uma furtuna de tanta maldade que fez, ela também possui varias indentidades para não encontrarem sobre ela.
- Decidiu se chamar de Fortune por gostar muito de dinheiro.
- Não tem noção da quatidade de poderes que tem.
-  Ainda tem muitas outras coisas maléficas que a mesma fez.
- Ela tem varias empresas e é delas de onde tira sua grande fortuna
FÍSICO OCUPADO: NAGISA — KANTOKU
LU


avatar
Localização :
no lugar que você quiser

Mensagens :
2

Dólares :
1051

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Octavia Lancastter - Fortune

Mensagem por Tempestade em Ter Jan 24, 2017 6:11 pm



UM CÉU OBSCURO PODE SER TÃO PERIGOSO QUANTO O PRÓPRIO CAOS
TEMPESTADE

FICHA REPROVADA

Observações

O que senti na sua ficha foi que se preocupou demais em explicar sobre a morte da tia da personagem, esquecendo de três detalhes muito importantes: como conseguiu tanto dinheiro, como ingressou no Clube e como matou o governador da Coréia. Essas informações ficaram insatisfatórias. Você não precisa escrever muito detalhes, mas um breve resumo será necessário para a aceitação da ficha.

Tente de novo. Qualquer dúvida, mande MP.


avatar
Admin
Localização :
Em todos lugares..

Mensagens :
84

Dólares :
2971

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum